Após três meses, deputado alvo de operação marca presença na Alba

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Com o jeito discreto e de poucas palavras, o deputado estadual Binho Galinha, alvo da operação ‘El Patron’, deflagrada pela Polícia Federal (PF), fez a sua primeira aparição na Casa nesta terça-feira, 5.

Longe dos holofotes Legislativo, o parlamentar passou três meses fora da Casa, após a exploso do caso, e reapareceu nesta terça para participar da votação do novo conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

A Corte de Contas conta com duas candidaturas, a do ex-presidente da Alba, Marcelo Nilo (Republicanos), e a do deputado Paulo Rangel (PT), considerado favorito ao pleito. A escolha acontece nesta tarde, em votação secreta, no plenário da Casa.

Veja também: