Após xingar empresária OAB repudia atitude do secretário de saúde do estado

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, fez um pedido público de desculpas nesta segunda-feira (2) à chef do restaurante Preta, situado na Ilha dos Frades, Angeluci Figueiredo, após tê-la xingado através de mensagens de Whatsapp depois de ter reserva cancelada no domingo (1º), devido ao mau tempo.

“Por mais cuidadosos que sejamos, ao longo da vida cometemos erros que podem atingir as pessoas. Peço, portanto, desculpas à empresária e artista da gastronomia baiana, a Chef Angeluci Figueiredo, pelos comentários inadequados no último domingo (1), em circunstâncias injustificáveis, enviados por mensagem privada. Tendo reservado um almoço especial com os familiares e amigos do exterior com a devida antecedência de 48h, uma enorme frustração momentânea me levou, tomado de emoção, a dizer o que disse”, disse Vilas-Boas.

“Conto com o perdão de todos que se sentiram ofendidos, pois sempre pautei minha vida na verdade, honestidade e acolhimento”, completa a nota do secretário.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA) divulgou uma nota, na noite desta segunda-feira (2), repudiando as ofensas feitas pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, contra a chef do restaurante Preta e empresária Angeluci Figueiredo.

Assinada pela Comissão de Proteção aos Direitos da Mulher da OAB-BA e Comissão da Mulher Advogada da OAB-BA, a nota de repúdio diz que “Toda a situação em torno da ofensa, constrange não apenas Preta, mas também a toda sociedade, além de ganhar contornos ainda mais explícitos pela clara certeza de impunidade que motiva o agressor, que não se melindrou em ofender uma mulher negra, empresária, com demonstração explícita de preconceito e violência”.

Veja também: