Carlinhos Aguiar fala sobre demissão do SBT: “me senti a mosca do coco do bandido”

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

emitido do SBT na última semana, Carlinhos Aguiar participou do programa SuperPop da RedeTV, na noite de segunda-feira (20). Na ocasião, o humorista falou sobre o desligamento da emissora após quase 30 anos.

“Acontece que a emissora está passando por uns problemas, estamos com contenção de despesas”, teria dito um dos diretores para o ator no momento da demissão.

Ainda segundo Carlinhos, a sua saída do programa foi por um puxão de tapete: “Eu tenho certeza, foi puxada de tapete. Eu sou amigo de todo mundo. Não tinha motivo para que eu fosse embora, se a Patricia fosse ter neném. Então se a Mara está ficando em meu lugar e o da Patrícia Abravanel ficará vago, eu não entendo”, declarou.

Sobre ter ido até o salão do Jassa para falar com o ex-chefe e ter sido ignorado por ele, o humorista falou: “Eu fui, fiquei esperando, tem um monte de cara que filma lá. Mas eu estou dentro do meu carro, quando o Silvio Santos encostou, eu corri até ele. Silvio Santos teria dito: ‘Bom dia Carlinhos, o que você está fazendo aqui?”, afirmou o ator que afirmou que o empresário ficou acuado e assustado com a atitude dele de ir até o salão do Jassa: ‘Não fui eu, não foi comigo. Fala com quem fez isso”.

“Me senti a mosca do coco do bandido, me senti nada”, afirmou Carlinhos que revelou ter se arrependido de ter procurado o apresentador. “Eu não fui pedir, eu fui pra agradecer a ele”, disse.

Veja também: