Com objetivos opostos, dupla Ba-Vi está pronta para última rodada do Brasileirão

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Bahia encara o São Paulo ainda com chance de ir à Libertadores

Enquanto houver alguma chance, o Bahia tem que lutar. É assim que o zagueiro Tiago encara a partida deste domingo, 3, às 16h, contra o São Paulo, no Morumbi, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. “Temos objetivos que a gente ainda pode conquistar. Vamos ao Morumbi para vencer o São Paulo. Não temos mais nada a perder”, contou o zagueiro.

Com possibilidade de conquistar uma vaga na pré-Libertadores – precisa ficar em oitavo lugar; ou na nona colocação, e torcer para o Flamengo ser campeão da Sul-Americana –, o Esquadrão tem de vencer seu duelo e secar Botafogo, Chapecoense e Atlético-MG.

Além disso, o Bahia, atual 11º colocado com 49 pontos, pode conquistar seu melhor posicionamento no Brasileirão na era dos pontos corridos, superando o 12º lugar de 2013, com 48 pontos.

“O que a gente não pode é perder o jogo, depois as outras equipes perderem e a gente lamentar: ‘Poxa, se tivesse ganho do São Paulo a gente teria conseguido a vaga’. É o momento de dar nosso melhor e deixamos que o destino diga se vamos para a Libertadores ou não”, declarou o zagueiro Tiago, capitão do Esquadrão.

Novidades na equipe

Com os desfalques do lateral-direito Eduardo e do meia-atacante Zé Rafael – o primeiro recebeu o terceiro cartão amarelo e o segundo foi expulso contra a Chapecoense –, o técnico Paulo César Carpegiani deve promover a entrada do zagueiro Éder improvisado na ala e do meia Régis na parte ofensiva.

Já Vinícius deve perder a posição no meio de campo para o volante Edson. No São Paulo, as baixas são o volante Hernanes e o atacante Lucas Pratto, machucados.

Contra o Fla, Vitória precisa do triunfo para permanecer na Série A

Para decidir a vida no campeonato, o Vitória entra em campo neste domingo, 3, para enfrentar o Flamengo, às 16h, no Barradão. Depois do milagre realizado contra a Ponte Preta, o Leão só depende de si para continuar na Série A.

Para a partida, Wallace, Geferson e Tréllez não estarão em campo, pois tomaram o terceiro cartão amarelo e estão suspensos, além de David, machucado.

Para se salvar, basta uma vitória simples contra o time carioca, que o rubro-negro baiano ficará na Primeira Divisão. Com 43 pontos e na 15ª colocação, Vágner Mancini tem adotado o mistério nos treinamentos e só deve revelar a escalação momentos antes do jogo mais importante do ano.

A raça demonstrada pelos jogadores no último jogo, faz a torcida acreditar que a vitória contra o Mengão é possível. Os jogadores prometem se dedicar na partida mais importante do Vitória na temporada.

“Sabemos da importância desse jogo de domingo. Vale a permanência, jogo de final de Copa do Mundo para nós, jogadores do Vitória. Nós temos que encarar o Flamengo como a gente encarou a Ponte Preta, como foi aquela batalha de Campinas”, disse o volante Uillian Correia.

Confusão no aeroporto

O Flamengo desembarcou na sexta-feira, 1º, no aeroporto de Salvador, depois da classificação para a final da Copa Sul-Americana.

A chegada dos cariocas foi marcada por pequenas confusões. O presidente Eduardo Bandeira de Mello não gostou do comentário de torcedor que falou mal do volante Marcio Araújo e partiu pra briga.

Dois torcedores foram presos, depois de provocação feita por um vascaíno.

Veja também: