Contra o xará de Conquista, Vitória busca desbancar o líder do Baianão

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Na primeira rodada do Campeonato Baiano ninguém foi melhor que o Vitória da Conquista. Três gols marcados, um sofrido, triunfo e saldo de gols que renderam ao Bode a liderança da competição. Esse será o desafio do Vitória, o da capital, na segunda rodada do Baianão. As equipes se enfrentam nesta quarta-feira, 24, às 20h45, no Estádio Lomanto Júnior, em Conquista.

Se por um lado o Vitória da Conquista estreou bem e é apontado como uma das forças do interior, por outro o Rubro-Negro tem o retrospecto a seu favor.

Em 20 jogos, são apenas duas derrotas para a equipe do interior, ambas no já distante ano de 2008, quando o Leão terminou como campeão estadual e o Bode ficou com o histórico terceiro lugar.

O ano de 2008 foi marcante quanto aos duelos entre os Vitórias. Além dos triunfos do Conquista, houve ainda outros dois empates, um deles com direito a dez gols (5 a 5), no quadrangular final da competição. Nesta terça, antes do embarque para Conquista, Fillipe Soutto alertou para o bom momento vivido pelo adversário.

“Um jogo que requer mais atenção, principalmente pelo momento que a equipe deles vive, que é um momento bom”, avaliou o volante.

Titular nas duas partidas do Leão na temporada, Soutto destacou a vantagem física da equipe do interior, mas não isentou o Vitória da missão de vencer o jogo.

“Começamos a pré-temporada depois deles, então, temos que respeitar nossos limites, mas sabendo que, por sermos uma equipe grande, temos uma responsabilidade grande também”, explicou.

Com o elenco enxuto, Mancini já avisou que não vai revezar o time. Nesta seman,a o treinador ganhou mais três nomes: Cedric, Flávio e Luan, que disputavam a Copa São Paulo e foram integrados ao elenco principal, mas nenhum deles foi relacionado para quarta.

Já Tréllez e Rafaelson viajaram com o time. O primeiro recebeu proposta do São Paulo, mas a forma de pagamento apresentada pelos paulistas não agradou a diretoria do Leão. Já o segundo deve deixar o clube para jogar no futebol japonês. O empresário do atleta confirmou a transferência, mas o Vitória ainda não se manifestou sobre o assunto.

Depois de repetir a escalação nas duas primeiras partidas do ano, a tendência é que o Leão entre em campo com o mesmo time mais uma vez.

Uma possível novidade seria o retorno de Juninho aos titulares. Assim, o Leão teria: Fernando Miguel; Lucas, Kanu, Wallace e Bryan (Juninho); Uillian Correia, Fillipe Soutto, Yago e Kieza; Neilton e Tréllez.

Coração Valente

Não adianta olhar para o campo. É no banco de reservas que está o principal nome do Vitória da Conquista. O ex-jogador Washington, conhecido como Coração Valente, encara o desafio de ser treinador pela primeira vez na carreira.

Entre os comandados estão nomes como Tatu e Caça Rato, o CR7 do Nordeste. Na estreia, no entanto, quem brilhou foi Beleu, autor de dois gols. O meia, que defendeu o América-RN no ano passado, foi contratado para esta temporada.

Veja também: