Fisioterapeuta é suspeita de realizar fraude milionária em solicitações de reembolso na Bahia

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Uma fisioterapeuta é suspeita de cometer fraude milionária em solicitações de reembolso da SulAmérica na Bahia, segundo informações divulgadas pelo plano de saúde, na quarta-feira (18). O caso também foi confirmado pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e o Conselho Regional de Fisioterapia abriu processos éticos para apurar.

De acordo com a seguradora, o valor dos reembolsos referentes aos atendimentos da fisioterapeuta, identificada como Emily Amorim de Araújo, ultrapassa R$ 2 milhões. A empresa acionou a Justiça e, na última sexta-feira (13), teve decisão favorável para que ela fosse proibida de realizar atendimentos através do plano de saúde. Emily nega as acusações.

Não há detalhes de qual município a fisioterapeuta realizava os atendimentos. A SulAmérica não detalhou como Emily agia, mas informou que notou irregularidades nos pedidos de reembolso devido ao alto número dos supostos atendimentos feitos por ela, que chegou a 97 sessões em apenas um dia. Entre dezembro de 2019 e abril de 2023, a suspeita apresentou 894 solicitações de reembolso com atendimentos realizados por ela, totalizando R$ 2.081.396,64.

A mulher ainda teria apresentado ao plano de saúde relatórios com os nomes de seis médicos para justificar os atendimentos, no entanto, nenhum dos profissionais reconheceu os documentos como sendo deles. A SulAmérica disse que esses médicos teriam registrado boletim de ocorrência sobre o caso na delegacia, mas a informação não foi confirmada pela Polícia Civil.

Veja também: