Goleiro do Bahia recebe alta e deixa hospital em Salvador

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

O goleiro do Bahia, Danilo Fernandes, recebeu alta médica no início da noite desta sexta-feira (25). O jogador que foi ferido no rosto com estilhaços de um artefato explosivo, durante um ataque ao ônibus do clube, deixou o Hospital Jorge Valente, em Salvador.
Danilo Fernandes foi socorrido logo após o ataque, na noite de quinta-feira (24), e ficou internado na unidade médica durante toda esta sexta. O jogador deixou o hospital em uma cadeira de rodas.

De acordo com o Bahia, o jogador recebeu 20 pontos entre orelha, rosto e perna por causa dos múltiplos ferimentos em seu corpo. À tarde ele precisou se submeter a um novo procedimento para retirada de mais um estilhaço encontrado no pescoço.

Agora, segundo o clube, ainda terá de se consultar com um especialista em oftalmologia.

Em entrevista para a TV Bahia, o goleiro contou que teve dificuldades para conseguir dormir na noite de quinta e se emocionou ao lembrar dos filhos.
Os carros que aparecem nas imagens pertencem a membros da torcida organizada Bamor; um deles é do presidente do grupo, Half Silva. A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA).
O presidente da torcida organizada Bamor, do Esporte Clube Bahia, Half Silva, prestou depoimento na 6ª Delegacia de Brotas, em Salvador, na tarde desta sexta. Ele é considerado suspeito de envolvimento no crime.

Segundo informações do advogado de Half Silva, Otto Lopes, o líder da torcida organizada estava em Feira de Santana, onde assistia a partida entre Bahia de Feira e Coritiba, pela Copa do Brasil.

Ainda na noite desta sexta, outros dois integrantes da Bamor se apresentaram na delegacia e prestaram depoimento. Não há detalhes sobre o conteúdo da conversa entre eles e a delegada da unidade.

De acordo com o advogado Otto Lopes, os dois suspeitos jogavam futebol no momento do ataque ao ônibus do Bahia.
G1

Veja também: