Governador ameaça prefeitos mas base mantém fidelidade a Leão

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Após o anuncio do rompimento do Progressistas da Bahia com o PT o governador Rui Costa colocou a Secretaria de Relações Institucionais-Serin para ameaçar os prefeitos do partido. Diversos prefeitos confirmaram as ligações da secretaria e do próprio governador oferecendo obras e equipamentos para os municípios e caso não aceitassem iria cortar todos os convênios e obras. Ao site Bahia Notícias o prefeito de Candeias, Dr. Pitágoras (PP), admitiu que foi procurado pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT), para que ele se mantivesse na base governista, não acompanhando seu partido na ida para a oposição.

“É normal tentar juntar os cacos, trazer as pessoas [de volta] para dentro da base. O governador realmente manteve contato comigo”, revelou Pitágoras, em entrevista ao Bahia Notícias.

O prefeito de Candeias, entretanto, defendeu uma fidelidade ao presidente estadual do PP, o vice-governador João Leão, que anunciou nesta quinta uma aliança com o oposicionista ACM Neto (UB).

“Eu tenho um líder. Esse líder chama-se João Leão. Recebi a ligação do governador, mas a gente acompanha o nosso líder”, afirmou o gestor municipal.

Veja também: