Jaques Wagner nega possibilidade de assumir Ministério da Justiça

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

O senador baiano Jaques Wagner (PT) negou em entrevista a uma rádio nesta terça-feira (28), a possibilidade de assumir o Ministério da Justiça, após seu nome ser cotado para substituir Flávio Dino na pasta, pelo presidente Lula (PT).

“Totalmente fora de qualquer possibilidade, nunca discuti isso com o presidente. Não que seja obrigatório, mas nem bacharel de Direito eu sou”, disse o senador.

Durante entrevista, o senador também defendeu a escolha do presidente de indicar o seu nome, alegando que nesta situação o relacionamento com o indicado é um fator que influencia.

Jaques Wagner confirmou ainda que com a sabatina de Flávio Dino programada para acontecer no próximo dia 13 de dezembro, irá começar um trabalho de negociação para conseguir apoio à indicação no Senado.

“Entre os três nomes apontados, Dino é o que tem mais tempo de relacionamento com o presidente, desde os tempos da luta pela anistia, quando ele foi governador e quando o presidente foi presidente. Além disso, ele tem uma formação muito sólida na área do direito, primeiro colocado no concurso para juiz federal. Foi governador duas vezes do Maranhão, um estado importante. Então eu creio que ele [Lula] pesou isso para fazer a escolha. Eu aqui vou começar a trabalhar pedindo voto para ele. E ele vai começar pedindo voto para os outros senadores”, finalizou ele.

Bnews

Veja também: