Leão diz que leu nos jornais que Bolsonaro irá para o União Brasil

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Em entrevista ao jornal Tribuna da Bahia, publicada nesta segunda-feira (11), o vice-governador João Leão afirmou “que viu” em jornais que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve se filiar ao União Brasil, partido que será criado com a fusão entre o DEM e o PSL.

“Não sei como é que fica uma chapa Bolsonaro à Presidência, Neto como governador e João Roma como senador”, lançou.

Vice-presidente nacional do Progressistas, Leão afirmou que “estão dizendo” que Bolsonaro também poderá ir para o seu partido ou para o PTB, de Roberto Jefferson.

Apesar de defender que ninguém é inimigo, mas adversário político e, por conta disso, os grupos políticos na Bahia devem “puxar a corda do mesmo lado”, e também sem querer “ter polêmica” com o ex-prefeito ACM Neto, João Leão rebateu as críticas do adversário sobre a demora de construir a ponte Salvador-Itaparica, que está sob a sua responsabilidade.

“Não é meu interesse ter polêmica com ele [ACM Neto]. Agora, o avô dele [ACM] levou 20 anos no governo, e também com outros companheiros que entraram, que poderiam ter feito, né? Eles levaram 30 anos comandando a Bahia”, cutucou.

Leão disse ainda que seu sonho é uma composição com o PT, com ele na cabeça da chapa, na disputa pela sucessão do governador Rui Costa (PT).

“Tenho esse direito de sonhar dessa maneira. É uma composição sendo João Leão candidato a governador, um vice indicado pelo PSD e o governador Rui Costa como senador. Aí é primeiro turno, de novo”, defendeu.

Veja também: