Lewandowski diz que soube pela imprensa de relatórios de falhas em presídio de Mossoró

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, afirmou neste domingo (18) que só soube pela imprensa dos relatórios produzidos por autoridades policiais que identificavam, em 2021 e 2023, falhas na vigilância do presídio federal de Mossoró (RN).
“Na administração pública, isso (produção de relatórios) é comum. É preciso avaliar a qualidade dos relatórios, se foram sanados os problemas avaliados, e tudo isso será analisado pelo doutor André [Garcia, secretário de Políticas Penais] na sindicância que foi aberta”, disse o ministro.
“Não vamos deixar nenhum defeito, falha de procedimento ou nenhum problema de equipamento para trás. Daqui para frente, como sempre tivemos presídios muito seguros, eles serão ainda mais seguros”, completou.
Em entrevista coletiva, Lewandowski ainda confirmou que os criminosos usaram uma barra de ferro da própria cela para abrir um buraco no vão da luminária, por onde saíram. “Essas falhas estruturais que são mantidas são porque os presídios foram construídos em 2006”, justificou.
Lewandowski chegou a Mossoró (RN) neste domingo para acompanhar as buscas pelos fugitivos da penitenciária federal da cidade. Ele deve voltar na tarde do mesmo dia a Brasília.

Veja também: