Mais de 1,4 milhão de eleitores ainda não fizeram recadastramento biométrico na Bahia

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

A onze dias do final do prazo do recadastramento biométrico obrigatório, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) informou, na manhã deste sábado (20), que 1.437.608 eleitores (32,1%) baianos ainda não fizeram o recadastramento biométrico e podem ter o título cancelado.

A realização do procedimento chega ao fim do dia 31 de janeiro. “Não haverá prorrogação do prazo”, ressaltou o órgão.

Segundo o TRE-BA, somadas, as 51 cidades onde os eleitores são obrigados a passar pelo procedimento contam com 4.475.012 eleitores. Deste total, 3.037.404 (67,87%) realizaram o recadastramento.

Em Salvador, mais de 700 mil eleitores ainda não fizeram o recadastramento. Segundo o TRE-BA, a capital do estado conta com 63,09% dos seus 2.013.061 eleitores biometrizados.

Eleitores que têm prazo estendido

Três perfis de eleitores não precisam, obrigatoriamente, fazer o recadastramento biométrico até o dia 31 de janeiro deste ano. A informação foi divulgada pelo desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, presidente do Tribunal Regional da Bahia (TRE-BA).

Rotandano detalhou que poderão fazer o recadatramento até o dia 9 de maio:

  • Eleitores que não votaram nas três últimas eleições
  • Eleitores que vão fazer o primeiro título
  • Eleitores que vão fazer transferência de título

O dia 9 de maio é quando vai ocorrer o fechamento do cadastro eleitoral. As pessoas que têm pendências com Justiça Eleitoral têm até lá para fazer a regularização.

Os demais eleitores são obrigados a cumprir o prazo determinado, que não será prorrogado. “O dia 31 de janeiro é o final da revisão eleitoral e que, posteriormente, se estará cancelando os títulos dessas pessoas que não compareceram, infelizmente”, disse o presidente do TRE.

Veja também: