Ministra Cármen Lúcia autoriza abertura de inquérito contra Milton Ribeiro

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou, nesta quinta-feira (24), a abertura de um inquérito para investigar o ministro da Educação, Milton Ribeiro. O pedido atende solicitação da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Ribeiro é investigado por suposto favorecimento a pastores envolvendo recursos da pasta, a pedido do presidente Jair Bolsonaro (PL). Ainda nesta quinta, a Comissão de Educação do Senado Federal aprovou o convite para o ministro dar explicações sobre o caso.

Também foram convidados os pastores supostamente beneficiados, Gilmar Santos e Arilton Moura; o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte; e o prefeito de Luís Domingues (MA), Gilberto Braga (PSDB).

As datas ainda não foram definidas, mas a previsão é que a agenda seja estipulada após a oitiva do ministro.

Veja também: