“Não é disputa política”, diz Camilo sobre Novo Ensino Médio

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

O ministro da Educação, Camilo Santana, disse que a votação do projeto que atualiza o Novo Ensino Médio no Congresso Nacional não deve ser um pretexto para uma disputa política. De acordo com o ministro, a oposição precisa entender que o projeto foi apresentado por um governo novo após ouvir representantes da sociedade civil através do MEC.

Desde dezembro de 2023, o texto de modificação do Ensino Médio está parado na Câmara pela falta de acordo entre o governo e o relator da proposta, Mendonça Filho (União-PE).
“Como houve uma pressão muito grande por parte de alguns setores, mas por conta de uma responsabilidade, um processo que já estava em curso, nós decidimos fazer uma escuta, entender, ouvir os atores para tomar a decisão’, disse o ministro.

Veja também: