PF diz que apreendeu em 2017 maior volume de maconha e de cocaína dos últimos 22 anos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Balanço da Polícia Federal divulgado nesta quinta-feira (14) mostra que a corporação apreendeu neste ano o maior volume de maconha e de cocaína dos últimos 22 anos.
Ao todo, segundo a PF, foram apreendidas 324 toneladas de maconha e 45 toneladas de cocaína.
Os números do balanço superam, por exemplo, o resultado de 2016, quando a PF apreendeu 236 toneladas de maconha e 41 toneladas de cocaína.
O balanço desta quinta abrange o período entre janeiro e 13 de dezembro.

Campeões de apreensão

De acordo com a PF, os estados que fazem fronteira com outros países e São Paulo são as unidades da federação campeãs de apreensão.

Só no Mato Grosso do Sul, por exemplo, estado por onde entra a maior quantidade de maconha, foram apreendidas 147 toneladas da droga neste ano.

Na avaliação da PF, o fato de a fronteira do estado com o Paraguai ser seca contribui para a ação dos criminosos.

Já a cocaína teve São Paulo como estado onde a maior quantidade da droga foi apreendida em 2017. Ao todo, foram mais de 16 toneladas retiradas das ruas neste ano.

De acordo com a Polícia Federal, as maiores apreensões acontecem no estado porque é pelo Porto de Santos que a droga costuma sair.

Veja também: