PL não vai abrir mão de presidir CCJ neste ano, dizem deputados

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Deputados do PL, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro, afirmam que a legenda não abrirá mão de comandar a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados neste ano.

Ela é a principal comissão da Casa, uma vez que por lá passam todos os projetos que tramitam na Câmara.

Pelas regras da Casa, as comissões são distribuídas de acordo com o tamanho das bancadas, com os maiores partidos tendo a preferência na sequência da escolha. Detentor da maior bancada, o PL tem direito a fazer a primeira escolha.

Em 2023, o partido abriu mão para o PT ficar com o comando da comissão, após uma costura que envolveu o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). A comissão foi presidida no ano passado pelo deputado federal Rui Falcão (PT-SP).

Veja também: