Preços do GLP em Mataripe sofrerão reajuste de 9% nesta terça

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

A Acelen, empresa que administra a Refinaria Landulpho Alves (RLAM) desde novembro de 2021, reajusta a partir desta terça-feira, 1º, os preços do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) e da querosene de aviação (QAV) entregues pela refinaria sofrerão.

Os preços da tonelada de GLP na refinaria passarão a custar, em média, R$ 346,50. Com isso, os preços do GLP subirão entre 9,1% e 9,4%, segundo a Epbr.

No caso do QAV, a alta é de 12%, para R$ 3,76 por litro. Os preços do diesel e gasolina já haviam sofrido reajuste há uma semana.

Como a refinaria não está mais sob a gestão da Petrobras, não segue os reajustes da estatal e os preços são alterados por conta.

Segundo divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis da Bahia (Sinposba), a partir de dados obtidos com a Petrobras e a Acelen, a Mataripe é a refinaria que cobra mais caro pela Gasolina A se comparada a todas as outras da Petrobrás.

Segundo a Sinposba, projeções já estimam que o preço do barril de petróleo chegará a US$ 100 (R$ 530,46 na cotação atual) até 2023.

Veja também: