RMS e Extremo Oeste têm 80% de 20 municípios mais ricos da Bahia, aponta IBGE

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Dos 20 municípios baianos mais ricos, 80% deles se situam em duas regiões distantes uma da outra. Nove estão na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e sete no extremo oeste. Atividades industriais e petróleo na RMS e o agronegócio no oeste são as principais fontes da riqueza acumulada nesses locais.

Quem puxa a fila dos mais abastados é São Francisco do Conde, na RMS, que apresentou PIB [Produto Interno Bruto] de R$ 219.845,83.

Em segundo, aparece São Desidério, no extremo oeste, com PIB médio de R$ 83.234,58.

Já em terceiro, Camaraçi, também na RMS, registrou PIB médio de R$ 71.012,33. A renda média é a divisão de tudo que foi produzido no município, entre bens e serviços, em um período. No caso aqui, válido em 2015, último ano apurado pela Pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios 2015. A média também não se traduz em divisão igualitária de renda, o que revela situações de pobreza nessas regiões.

Após as três mais ricas listadas acima, a lista das duas regiões tem ainda: Formosa do Rio Preto, na 5ª posição, com PIB médio de R$ 63.256, 70; Luís Eduardo Magalhães, na 6ª, com R$ 55.074, 20; Dias D´Ávila, na 9ª, com R$ 42.670,66; Correntina, na 11ª, com R$ 39.034; Jaborandi, 12ª, com R$ 38.362,32; Candeias, na 13ª, com R$ 38.121,89; Simões Filho, na 14ª, com R$ 34.293,63; Riachão das Neves, na 16ª, com R$ 31.449, 12; Lauro de Freitas, na 17ª, com R4 29.516, 68; Pojuca, na 18ª, com R$ 25.494,19; Madre de Deus, na 19ª, com R$ 24.350, 15 e Barreiras, na 20ª, com R$ 24.145,84.

Fora da RMS e do Extremo Oeste, aparecem cinco cidades; Cairu, no Baixo Sul, com PIB médio de R4 67.787,99, na 4ª posição; Conceição do Jacuípe, na região de Feira de Santana, na 7ª posição, com R$ 50.855,82; Mucuri, no extremo sul, na 8ª, com R$ 48.612; Itapebi, na 10ª, com R$ 40.980 e Mucugê, na 15ª, com R$ 33.203,24.

Veja também: