Rui Costa crava que ‘não será candidato’ a nenhum cargo político nas eleições de 2022

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Durante discurso nesta última quinta-feira (4) em evento na cidade de Jaguarari, interior da Bahia, o governador Rui Costa (PT) revelou que não será candidato em 2022. Sucessor de Jaques Wagner (PT), Rui é cotado para tentar uma cadeira no Senado, o que faria com que deixasse o cargo antes do fim do mandato, abrindo espaço para que o seu vice João Leão (PP) assumisse o Palácio de Ondina na reta final.

“Espero que o povo nessa região saiba, ano que vem, separar o ‘joio do trigo’. Eu não vou ser candidato ano que vem, mas vou rodar essa Bahia inteira, pedindo a meu povo. É revoltante ver o que fazem com o povo pobre no país. É revoltante ver deputado eleito com voto da população, votando contra a Bahia, contra os baianos”, declarou o petista, prometendo empenho na articulação de candidaturas ao Legislativo.

Rui também subiu o tom e manifestou a sua revolta com parlamentares que votaram a favor da PEC dos Precatórios. O aumento da bancada do PT é uma cobrança do ex-presidente Lula, que também já sinalizou o seu desejo de ter Rui Costa em sua equipe ministerial, caso seja eleito novamente.

“Vou rodar a Bahia, pedindo voto para você, Joseph [Bandeira, ex-prefeito de Juazeiro], para Josias [Gomes], para todo mundo que estiver ao lado de Luís Inácio Lula da Silva. Chega de deputado traíra, chega de gente que maltrata o nosso povo, vem aqui com conversa mole e enrola. O povo brasileiro não aguenta mais”, disparou. BNews

Veja também: