Santo Amaro: Flaviano desmente nota de repúdio emitida pelo SINDISER

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

No último dia 10 de janeiro o Sindicato dos Servidores Públicos de Santo Amaro-SINDISER destacou em nota não estar satisfeito com o prefeito Flaviano Bomfim (DEM). Segundo a direção do SINDISER o prefeito não estaria dando atenção as demandas passadas por eles através de ofícios. Na nota o sindicato destaca que; “O SINDISER manifesta, em nota pública, repúdio à inaceitável ausência de respostas aos ofícios enviados para os diversos setores da Administração Pública Municipal no ano de 2017.” No entanto, o prefeito Flaviano emitiu uma outra nota nessa segunda-feira (22) desmentindo a mensagem passada pelo SINDISER que teria tom meramente político.

Já entrando em contradição com o teor da nota, no dia 16 de janeiro, o SINDISER esteve reunido com o prefeito e secretários onde foi debatido diversos assuntos de interesse do sindicato. “Porém, observamos que existem servidores utilizando o SINDISER como instrumento de manobra política com intuitos meramente eleitorais e de promoção pessoal”, destacou Flaviano.

Em nota o prefeito alega ter dado devida atenção aos servidores inclusive resolvendo débitos e desmandos do antigo gestor. “É bom lembrar que os servidores estavam negativados e sem margem para empréstimo consignado frente as agências bancárias. Sendo assim, regularizei a situação assumindo a dívida deixada pelo antigo gestor que descontava dos salários e não repassava aos bancos credenciados”, afirmou o prefeito.

Confira os sete itens que Flaviano pontuou em nota que beneficiou os servidores públicos de Santo Amaro.
Registro que, em 2017, assumimos obrigações deixadas pela gestão anterior e atendemos a várias reivindicações do SINDISER. Destacamos as mais relevantes :
1. Pagamento dos salários referente ao mês de dezembro de 2016, salários esse de responsabilidade do antigo gestor, pagamos com recursos do exercício financeiro de 2017;
2. Pagamento de 1/3 de férias dos servidores, dívida também deixada pela gestão anterior;
3. Enquadramento salarial dos servidores que ingressaram através do concurso público de 2011;
4. Concessão e Reajuste do Piso Salarial em Jan/2017 e pagamento do
retroativo nos meses de abril e maio;
5. Concessão de desdobramentos e remoções aos servidores municipais;
6. Nomeação de servidores efetivos para os cargos de diretor e coordenador pedagógico;
7. Concessão de diversas licenças prêmios atrasadas e férias vencidas.

Veja também: