VLI garante retomar obras de manutenção da Ponte Dom Pedro II em Julho

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Após o descarrilamento do Trem que paralisou a passagem de carros por uma semana na Ponte Dom Pedro II a empresa responsável pelo equipamento secular garantiu por meio de nota voltar a normalidade na próxima semana. Segundo a VLI Multimodal os ajustes do acidente serão conclusos na próxima terça-feira (14). Já o trabalho de manutenção geral da Ponte retornarão em Julho deste ano.  confira a nota completa da VLI:

A VLI, controladora da linha férrea, esclarece que, após análise, serão necessários sete dias para a conclusão dos serviços realizados na ponte D. Pedro II, contados a partir do dia 08 de junho. Os reparos são definitivos e vão garantir, dentro do prazo estipulado, o reestabelecimento do fluxo de automóveis, ônibus e caminhões no local. Neste intervalo, o trânsito de pedestres e motociclistas seguirá autorizado. O prazo considerado pela companhia leva em conta o compromisso de realizar a manutenção observando as especificidades da ponte para que a retomada do tráfego ocorra da forma mais rápida possível. Em virtude disso, as peças de reparo serão produzidas em outro local. A companhia reafirma que não houve danos à estrutura da ponte, mas somente a trechos da faixa de rodagem de automóveis.

A empresa retomará as obras preventivas e de manutenção na ponte centenária em julho. Os trabalhos já estavam agendados e não estão relacionados à ocorrência desta semana. A VLI ressalta sua preocupação com o patrimônio histórico da cidade e lembra que destinou nos últimos anos cerca de R$ 6 milhões para a Estação de Cachoeira por meio do programa Estação de Memórias, iniciativa voltada à preservação da história e da cultura relacionadas à ferrovia.

A VLI reforça seu compromisso com a população da Bahia em ações constantes de apoio social. Atualmente a VLI gera cerca de 500 empregos diretos e indiretos na Bahia, dos quais 87% correspondem a mão de obra local. Durante a pandemia, a empresa doou aproximadamente 14 mil cestas básicas para quatro municípios baianos.

A empresa lamenta os transtornos à comunidade e reitera que realiza manutenções periódicas na via permanente, vagões e locomotivas para garantir a segurança em suas operações.

Veja também: