Música, exposições e rodas de conversa marcam o Dia da Consciência Negra

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O Dia da Consciência Negra, celebrado neste sábado (20), está movimentado com ações e atrações do Novembro Negro, promovidas ou apoiadas pelo Governo do Estado. Com concentração às 7h, na sede da Unegro, será aberta a 13ª Lavagem da Estátua de Zumbi dos Palmares, no Pelourinho, em homenagem ao ícone da luta contra a escravidão. Às 15h, o Museu de Arte Moderna (MAM-Bahia) sedia conversa sobre ‘Quilombo do Cabula/Beiru’.

Já na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, Mateus Aleluia vai apresentar a palestra musical ‘O Canto dos Recuados’, a partir das 20h. Para entrar no Complexo do TCA é necessária a apresentação do cartão de vacinação contra Covid-19. O evento será transmitido pelos canais do Youtube da Senzala Cultural e TV UFRB.

A roda de conversa ‘Beiru e o Antigo Quilombo do Cabula: um lugar de resistência’ terá entrada gratuita na Galeria 3 do MAM, neste sábado (20), às 15h. A iniciativa é da Pinacoteca do Beiru que participa do ‘Programa de Residências Artísticas do MAM’ desde outubro deste ano e prossegue até 9 de janeiro de 2022.

A apresentação e condução do bate-papo é do professor e pesquisador Luciano Silva, especialista em História Pública, professor de História da rede de educação privada e criador do perfil ‘Salvador em Fatos e Fotos’ no instagram. Luciano também é pesquisador e agitador cultural do samba junino e outros gêneros musicais no Beiru, além de músico e cantor.

Os demais museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultura da Bahia (Ipac) também estão oferecendo diversas ações em homenagem ao Novembro Negro. A campanha é importante para as lutas e mobilizações pela afirmação do povo negro, combate ao racismo, à intolerância religiosa e a garantia dos direitos. Dentre as atividades, todas gratuitas, com exceção do Cinema do MAM, estão recital de piano, oficinas, palestras, exposições, concerto e debates.

Em Lençóis, na Chapada Diamantina, a Fundação Pedro Calmon (FPC) apresenta mais uma edição do projeto O Violão e a Palavra, com Lazzo Matumbi. A programação contempla lançamentos de livros, palestras e oficinas, no Centro Cultural da cidade, nesta sexta-feira (19) e sábado (20).

De acordo com o diretor da FPC, Zulu Araújo, O Violão e a palavra tem por intuito fortalecer o diálogo da literatura e poesia com a música, reunindo pessoas que gostam de um papo divertido e animado, tendo a relação da palavra com a música como tema, “promovendo um encontro de arte e cultura para os amantes de literatura, leitura e música”. Lazzo Matumbi encerra a programação neste sábado (20), às 22h30.

MAB Literário
No Museu de Arte da Bahia (MAB), neste sábado (20), será realizado o MAB Literário, em um encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento, com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data. No mesmo dia, às 17h30, acontece o Recital de Piano a 4 mãos, com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.

Programação
Sala do Coro do Teatro Castro Alves
20.11, às 20h – ‘O Canto dos Recuados’ com Mateus Aleluia.

Museu de Arte da Bahia
20.11, às 14:30 – MAB Literário: Encontro das autoras Lilian Almeida e Helena Nascimento com o poeta Elenilson, do coletivo Sur’art, para apresentar suas obras e debater a importância desta data.
20.11, às 17h30 – Recital de Piano a 4 mãos com os músicos Tamara Pitágoras e Luis Carlos Sanches.
24.11, às 18h – MAB Lírico: Concerto com algumas peças de autores negros e cantos de orixás.
24.11 – Exposição virtual no Instagram do MAB (@museudeartedabahia) com fotos de Voltaire Fraga retratando as baianas de acarajé.

Palacete das Artes
Até 30.01 – Exposição do 8º Prêmio Nacional de Fotografia Pierre Verger.

Museu de Arte Moderna da Bahia
Até 30.11, 13h às 17h – Exposição ‘O Museu de Dona Lina’.
Até 30.11, 13h às 17h – Visitação pública ao ‘Programa de Residências Artísticas do MAM: Ateliê Pinacoteca do Beiru’.
Até 21.11 – ‘Oficinas de Arte Pinacoteca do Beiru no MAM’. 2 turmas: das 15h às 16h e das 16h às 17h por ordem de chegada.

Veja também: