Título de Patrimônio Cultural para o “Samba de Roda do Recôncavo” deve sofrer alterações 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) apresentou parecer favorável à revalidação do título de Patrimônio Cultural do Brasil para o “Samba de Roda do Recôncavo”, mas apontou a necessidade de mudar a nomenclatura inscrita na lista de bens imateriais tombados pelo órgão. De acordo com o Iphan, inadequação do atual nome se impõe pela presença de grupos musicais herdeiros da mesma tradição fora do Recôncavo Baiano. “Desde 2004, cresceu entre os sambadores e sambadeiras a reivindicação de que as políticas de registro e salvaguarda considerassem como forma de expressão o Samba de Roda da Bahia”, destaca o parecer técnico do instituto, publicado no último dia 16.

Ao manifestar apoio à revalidação do título, o Iphan reconhece que o Samba de Roda do Re côncavo passou por transformações em ele mentos originais. Sobretudo, o tipo de vestuário e de instrumentos musicais. Contudo, manteve intactas as referências culturais mais relevantes e a identidade única.

Veja também: