Deputada cobra fim do inquérito da prefeita de Cachoeira e comenta debates sobre federação partidária

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

A deputada federal Alice Portugal comentou nesta quarta-feira (02), sobre o andamento das investigações em torno das ameaças que a prefeita de Cachoeira, no Recôncavo baiano, Eliana Gonzaga (Republicanos), sofreu no ano passado.

De acordo com a parlamentar, a Procuradoria da Mulher tomou as providências de denúncia e a Secretaria de Segurança Pública está munida de todos os dados recolhidos do caso.

“Não é possível que uma prefeita eleita, que não persegue ninguém, sofrer ameaças daquela natureza e inclusive perder pessoas da sua equipe num sinal explícito de que ela poderia ser a próxima. Então estamos aguardando a finalização do inquérito”, afirmou.

A deputada também comentou sobre os debates em torno das federações partidárias do PCdoB e informou que houve uma nova reunião com os presidentes dos partidos e a presidente do PCdoB, Luciana Santos, que está em Brasília buscando aceleração.

“Hoje o Supremo Tribunal analisa a ação do PTB, que infelizmente vem com uma Amicus curiae do PP e isso vai na contramão do apoio que nós tivemos do centro e do PP”, afirmou. “Esperamos que o pleno do Supremo mantenha a posição do ministro Barroso que é garantir completa constitucionalidade e legalidade desse novo instrumento oferecido à política brasileira”, concluiu.

Bahia Notícias

Veja também: