Pazuello vai sair algemado se mentir novamente, diz presidente da CPI

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou nesta segunda-feira, 24, que se o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello mentir de novo à Comissão “sairá algemado da sessão”. Pazuello mentiu diversas vezes em seu depoimento à CPI nos dias 19 e 20 de maio.

 

“Não posso afirmar que vou prendê-lo, mas pode ter certeza que, se ele mentir… Se ele tiver um habeas corpus, eu não poderei prendê-lo. Manda ele sem habeas corpus lá, ele não vai brincar mais com a CPI e a população brasileira”, afirmou Aziz durante a entrevista ao portal UOL.

“O desrespeito não foi a mim e aos senadores. Foi um desrespeito à sociedade brasileira e ao Exército brasileiro. Se ele mentir, sairá algemado de lá.” A assessoria de Aziz confirmou que o requerimento para reconvocar Pazuello a depor deve ser votado na próxima quarta-feira, 26.

Sobre o ato de Bolsonaro no último domingo, 23, que gerou aglomerações Aziz declarou que as imagens da manifestação serão documentadas na CPI para auxiliar os trabalhos de investigação da comissão. Ele classificou os apoiadores de Bolsonaro que participaram do ato como “motoqueiros do apocalipse” e disse que “preencher o ego do presidente não vai salvar vidas”.

Veja também: