Presidente da Caixa é diagnosticado com a Covid-19

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, informou neste último domingo (26), pelas redes sociais, que testou positivo para a Covid-19. Guimarães integrou a comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro a Nova York, onde esteve para participar de assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Informo a todos que testei positivo para COVID-19. Ficarei em quarentena seguindo todos os protocolos médicos. Já tomei as duas doses de vacina e comecei a tomar os remédios do protocolo. Também estava em isolamento desde quando chegamos dos EUA, na quarta-feira de manhã”, escreveu o presidente da Caixa.

 

“Na segunda-feira passada realizei um teste e o resultado foi negativo. Não estou com nenhum sintoma e continuarei trabalhando daqui de casa. Um abraço e obrigado pelas mensagens”, acrescentou. Nos EUA, Guimarães participou de um encontro com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson.

Ele é o quarto integrante da comitiva a contrair o novo coronavírus. O ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e o deputado federal e filho do presidente da República, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também testaram positivo. De acordo com apuração da TV Globo, antes de Queiroga, um diplomata da comitiva também havia sido diagnosticado com Covid. O governo não confirma a informação nem revela o nome do servidor.

Veja também: