Santo Amaro: Padre após sofrer ameaça de morte: ‘Vou ter que sair de Acupe’

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O padre Gabriel Vila Verde, responsável pela Paróquia Nossa Senhora da Soledade, localizada no distrito de Acupe, cidade de Santo Amaro, no recôncavo baiano, publicou um vídeo nas redes sociais, relatando ter sido ameaçado de morte por um vizinho. Segundo o padre, o homem estava com um facão na mão e disse que incendiaria o veículo do pároco com ele dentro. O caso aconteceu no último fim de semana.

De acordo com a polícia, uma obra na casa paroquial teria causado problemas na casa do homem, vizinho do padre e, durante o período chuvoso, provocou um alagamento no imóvel.

Segundo o religioso, a rua onde fica a casa paroquial foi fechada por dois portões – um em cada acesso –, a pedido do padre responsável à época, para que fosse limitado o acesso das pessoas, principalmente durante à noite.

O vizinho, no entanto, ofendeu o padre dizendo que a rua era pública e o portão não deveria estar ali. O pároco fez questão de destacar que a discussão não envolve nenhuma “guerra religiosa” e que o homem já havia discutido com o padre anterior a ele.

“Na madrugada de sábado para domingo, acordei com um barulho muito alto que pensei ser uma briga na rua. Era ele [o vizinho], com um facão, batendo no portão. ‘Acorde que vou invadir isso aqui agora, vou botar fogo no seu carro e vou lhe pegar, botar você dentro do seu carro e botar fogo’, durante mais de trinta minutos”, disse o padre no vídeo publicado nas redes sociais.

Ainda de acordo com o pároco, a polícia foi acionada e, quando os agentes chegaram, o homem já havia saído. Os policiais encontraram o vizinho dentro de casa e levaram os dois para a delegacia.

O padre afirmou que prestou esclarecimentos, mas precisou sair da região por causa das ameaças e tem medo de retornar.

“De lá para cá, não sei o que houve. A princípio, a polícia falou que não tinha como prendê-lo naquele momento. Já que ele não vai ficar preso, eu vou ter que me resguardar, vou ter que sair de Acupe. Celebrei a missa, saí da paróquia e estou na casa de uma pessoa amiga, resguardado. Fora da zona de perigo”, declarou.

A Polícia Civil informou que a ocorrência foi registrada na Delegacia Territorial (DT) de Santo Amaro, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência contra o vizinho do padre e encaminhou o caso ao Juizado Especial Criminal (Jecrim).

 

Veja o vídeo: 

 

Fonte: G1

Veja também: