Deputados da oposição cobram um posicionamento de Rui Costa após Fábio Vilas-Boas ofender chef de restaurante

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deputados da oposição cobraram na noite desta segunda-feira (2) um posicionamento de Rui Costa (PT) às ofensas proferidas pelo secretário Fábio Vilas-Boas à chef do restaurante Preta, na Ilha dos Frades. Após encontrar o restaurante fechado no domingo (1º), o secretário ofendeu a chef e a chamou de “vagabunda”. O caso foi publicado no Metro1 e ganhou enorme repercussão nas redes sociais.

 

O presidente do PDT da Bahia, deputado federal Félix Mendonça Júnior, utilizou as redes sociais para lamentar o episódio e cobrar respostas. “Minha irrestrita solidariedade à chef, que foi vítima de uma agressão imperdoável por parte de uma autoridade do governo do estado que deveria dar o exemplo de respeito à vida. Isso não pode ficar impune. O governador precisa se manifestar”, escreveu em sua conta no Twitter.

 

Já o deputado estadual Sandro Régis (DEM), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), também pediu um posicionamento sobre as agressões verbais do secretário e ainda um pronunciamento da Comissão dos Direitos da Mulher da ALBA.

 

“Esse tipo de declaração não condiz com o posto que ocupa o médico Fábio Vilas-Boas. As agressões à empresária são graves e exigem um posicionamento do governo do estado. Não podemos admitir, em hipótese alguma, que integrantes do governo baiano tenham esse tipo de comportamento e saiam impunes”, diz Régis.

Metro1

Veja também: